Fora de casa, Voltaço é derrotado pelo Joinville

20180611_221431

O Volta Redonda lutou até o final, pressionou o adversário, mas parou na trave e foi derrotado pelo Joinville-SC por 1 a 0, em partida disputada na Arena Joinville.

Com o resultado, o Voltaço permanece na nona colocação com nove pontos ganhos. Na próxima rodada, o Voltaço recebe o Operário-PR. A partida será no sábado, dia 16, às 18h, no Raulino de Oliveira.

O jogo:

O primeiro tempo foi elétrico e com os dois times buscando o gol. A primeira chance veio com Rodrigo Andrade, que chutou da entrada da área e obrigou Matheus a fazer grande defesa, salvando o Joinville. A resposta dos donos da casa veio na mesma moeda. Aos 24 minutos, Breno arriscou da entrada da área e acertou o ângulo de Douglas Borges, que nada pôde fazer: 1 a 0 para o Joinville.

Atrás no placar, o Voltaço iniciou uma blitz nos minutos finais da primeira etapa e, por muito pouco, não empatou o jogo. Após bate e rebate, a bola sobrou para Dija Baiano, que tirou do goleiro e acertou a trave. No rebote, a bola sobrou para Luís Gustavo, que errou o chute.

Na volta do intervalo, o jogo ficou aberto e ganhou ainda mais emoção. O Voltaço se mandou para o ataque e o Joinville passou a apostar nos contra-ataques.

Após cruzamento pela direita, Rodrigo Andrade cabeceou para o gol e Matheus fez a defesa. No lance seguinte, Breno desceu pela direita e cruzou rasteiro, mas antes da bola chegar no atacante adversário, Daniel Felipe conseguiu fazer o corte e evitar o segundo gol.

Nos minutos finais, o Voltaço criou mais duas chances de gol, mas acabou parando novamente em Matheus. No último lance, após novo contra-ataque, Douglas Borges fez grande defesa em chute da pequena área, evitando o segundo gol do adversário. Fim de jogo: Joinville 1×0 Volta Redonda.

 

Campeonato Brasileiro – Série C
Joinville 1×0 Volta Redonda
( 11/06/18 – Arena Joinville – 21h15)

 

Volta Redonda: Douglas Borges; Luís Gustavo, Daniel Felipe, Bruno Costa e Diego Maia; Bruno Barra, João Cleriston e Rodrigo Andrade (Vinícius Pacheco); Dija Baiano (Anselmo), Romarinho (Núbio Flávio) e Jhulliam. Técnico: Moacir Júnior.

Cartão Amarelo: Luís Gustavo, Bruno Costa, João Cleriston, Jhulliam e Rodrigo Andrade.

 

Foto: Pedro Borges

 

Pedro Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *