Promoção: Ingressos para Voltaço e Cabofriense poderão ser trocados por 1kg de alimento

IMG-20180126-WA0005

O Volta Redonda quer contar com a força da sua torcida para conquistar a primeira vitória no Campeonato Carioca deste ano. Por isso, a diretoria tricolor está fazendo uma promoção para a partida contra a Cabofriense, marcada para esta segunda-feira, dia 29, às 19h30, no Estádio Raulino de Oliveira. Os primeiros 2 mil ingressos para a arquibancada poderão ser trocados por 1kg de alimento, que serão doados para instituições de caridade da cidade.

As trocas poderão ser feitas, a partir desta sexta-feira, dia 26, no Supermercado Empório Brasil, que fica na Avenida Sávio Gama, número 1935, no bairro Retiro, em Volta Redonda. Caso ainda restem ingressos promocionais no dia da partida, os torcedores poderão realizar a troca, a partir das 17h, nas bilheterias do Estádio Raulino de Oliveira. Encerrada a venda do lote promocional, as entradas para a arquibancada serão vendidas a preço único de R$ 10.

– É visível que o começo de campeonato que estamos fazendo está muito abaixo do planejado e do que podemos fazer. Temos consciência disso, estamos nos cobrando bastante, mas, neste momento, precisamos unir forças para sair dessa situação e conquistar a nossa primeira vitória na competição. Por isso, estamos pedindo um voto de confiança e convocando a torcida para ir ao Raulino apoiar a equipe. Juntos somos mais fortes e já mostramos isso em outras oportunidades – destacou o presidente do Esquadrão de Aço Flávio Horta.

Com um ponto conquistado, o Voltaço está na sexta colocação do grupo B, que é liderado pelo Flamengo, que tem nove pontos. Bangu, Nova Iguaçu e Cabofriense estão empatados com quatro pontos cada, mas com a equipe de Moça Bonita levando a melhor nos critérios de desempate. O Vasco vem na quinta colocação, com três pontos.

Fora de casa, Voltaço perde para o Nova Iguaçu

IMG-20180125-WA0026

O Volta Redonda perdeu, por 2 a 0, para o Nova Iguaçu, em partida disputada no Estádio Laranjão na tarde desta quinta-feira, dia 25. Adriano e Ronan marcaram os gols da partida. Com o resultado, o Voltaço segue com apenas um ponto conquistado na Taça Guanabara.

Na próxima rodada, o Esquadrão de Aço recebe a Cabofriense, no Estádio Raulino de Oliveira. A partida será na segunda-feira, dia 29, às 19h30.

O jogo

Os donos da casa começaram melhor a partida, porém, pararam em Douglas Borges. O paredão tricolor fez duas grandes defesas em chutes da entrada da área, evitando o gol adversário.

Passada a pressão inicial do Nova Iguaçu, o Volta Redonda colocou a bola no chão, melhorou na partida e quase abriu o placar com Fabinho Alves. O camisa 11 recebeu lançamento de Vinícius Pacheco, driblou o marcador e bateu para o gol, mas Jefferson fez grande defesa. Entretanto, quem foram os donos da casa. Adriano recebeu dentro da área e bateu na saída de Douglas, abrindo o placar no Laranjão aos 32 minutos de jogo.

Na volta do intervalo, o Voltaço voltou melhor e passou a pressionar o adversário em busca do gol de empate, que quase saiu por duas vezes. A primeira foi com Fabinho Alves. O atacante tricolor ganhou na velocidade do marcador, deu um corte e bateu para o gol, mas Jefferson fez grande defesa, evitando o empate. Já a segunda foi com André Duarte. O camisa 9 bateu falta da entrada da área, a bola desviou na barreira e passou rente a trave de Jefferson, que só ficou olhando.

Quando o gol estava madurando, o Esquadrão de Aço ficou com menos um em campo. Michel Benhami recebeu cartão vermelho por reclamação aos 30 minutos. Porém, mesmo com um a menos o Voltaço seguiu pressionando o adversário em busca do empate.

Entretanto, com uma postura mais ofensiva, o Tricolor passou a ceder os contra-ataques para o adversário. E foi assim que Ronan marcou o segundo do Nova Iguaçu aos 50 minutos, dando números finais a partida. Fim de jogo: Nova Iguaçu 2×0 Volta Redonda.

 

Campeonato Carioca 2018 – 3ª rodada da Taça Guanabara

Nova Iguaçu 2×0 Volta Redonda

(25/01/18 – Estádio Laranjão – 16h30)

 

Volta Redonda: Douglas Borges; Luís Gustavo, Daniel Felipe, Bruno Costa e Michel Benhami; Bruno Barra (Pablo), Marcelo e Vinícius Pacheco (Luiz Paulo); Fabinho Alves (Erik), André Duarte (Anselmo) e Dija Baiano. Técnico: Felipe Surian.

Cartão amarelo: Daniel Felipe, Fabinho Alves e Luís Gustavo

Cartão vermelho: Michel Benhami

Gols: Adriano e Ronan

 

Foto: Arthur Gomes

Voltaço visita o Nova Iguaçu em jogo chave na briga pelo G2 do grupo B

Foto: João Carlos Gomes (BAC)

Em busca da primeira vitória no Campeonato Carioca deste ano, o Volta Redonda encara o Nova Iguaçu nesta quinta-feira, dia 25, às 16h30, no Estádio Laranjão, em partida considerada chave para as pretensões da equipe na competição. Isso porque os três pontos deixarão o Esquadrão de Aço vivo na briga por uma vaga na semifinal da Taça Guanabara, uma vez que o resultado positivo poderá colocar o Tricolor no G2 do grupo B.

Por isso, o atacante André Duarte, personagem principal do empate entre Voltaço e Bangu na rodada passada, marcando um gol e dando uma assistência, destaca que a equipe está encarando o confronto como se fosse uma final de campeonato.

– A equipe vem em uma crescente e esperamos manter isso diante do Nova Iguaçu. Não fizemos uma boa estreia, porém jogamos muito bem contra o Bangu e poderíamos até termos vencido o jogo. Vamos ter pela frente um confronto decisivo para as nossas pretensões na Taça Guanabara. Uma vitória nos deixa vivo na briga pela classificação e ainda atrapalha um adversário direto. Sabemos que será uma partida complicada, mas temos que encarar como se fosse uma decisão. Precisamos de muito foco e atenção redobrada durante os 90 minutos para não cometermos os erros das duas primeiras rodadas – destacou.

O Flamengo lidera o grupo, com seis pontos ganhos, seguido por Bangu, que soma quatro pontos, e o Vasco da Gama, com três pontos. Na sequência, fechando a classificação, estão Cabofriense, Nova Iguaçu e Volta Redonda, respectivamente, que somam um ponto cada.

 

Foto: João Carlos Gomes (BAC)

Voltaço empata com o Bangu em jogo marcado por erros da arbitragem

Foto: João Carlos Gomes (BAC)

Em jogo emocionante, com direito a arbitragem polêmica, que anulou, erradamente, um gol tricolor e prejudicou o Volta Redonda em diversos lances do jogo, Voltaço e Bangu empataram em 2 a 2 no Estádio de Moça Bonita. André Duarte e Daniel Felipe marcaram os gols do Esquadrão de Aço. Anderson Lessa, duas vezes, anotou para os donos da casa.

Na próxima rodada, o Volta Redonda enfrenta o Nova Iguaçu. A partida será na quinta-feira, às 16h30, no Estádio Laranjão

O jogo

Melhor nos primeiros minutos, o Voltaço não demorou para tomar conta da partida e só não abriu o placar porque a arbitragem não deixou. Fabinho Alves lançou André Duarte, que tocou para Marcelo mandar para o fundo das redes. Gol legítimo, mas anulado porque a bandeirinha Andrea Izaura marcou impedimento de André Duarte.

Entretanto, a superioridade tricolor foi rapidamente premiada com um gol aos 10 minutos. Dija Baiano lançou André Duarte, que, dentro da área, dominou com a direita e bateu com a esquerda. Golaço!

A arbitragem voltou a aprontar aos 30 minutos. A bola bateu na costas do Daniel Felipe e o árbitro Diego da Silva marcou pênalti para o Bangu, mas voltou atrás no lance após o bandeirinha Luiz Claudio Regazone ter avisado que não foi mão.

A partida seguiu e o Bangu só conseguiu assustar nos minutos finas. Porém, Douglas Borges apareceu para fazer grande defesa em cabeçada da entrada da área. No último lance, quase saiu o segundo tricolor. Vinícius Pacheco lançou André Duarte, que bateu na saída do goleiro adversário, mas a bola saiu à esquerda do gol.

Na volta do intervalo, os donos da casa começaram uma pressão em busca do empate e conseguiram marcar aos 10 minutos com Anderson Lessa.

O gol não abateu o Voltaço, que voltou a comandar o placar aos 23 minutos. André Duarte cruzou para Daniel Felipe, que cabeceou para o fundo das redes. Atrás no placar, o Bangu se mandou para o ataque e conseguiu o empate aos 43 minutos, novamente com Anderson Lessa.

Aos 45 minutos de jogo, quase Dija Baiano marcou um golaço. Pablo levantou na área e o camisa 7 mandou um lindo voleio, mas a bola explodiu no travessão. Fim de jogo em Moça Bonita: Bangu 2×2 Voltaço.

 

Campeonato Carioca 2018 – 2° rodada da Taça Guanabara
Bangu 2 x 2 Volta Redonda
(21/01/2018 – Estádio Moça Bonita – 16h30)
Voltaço: Douglas Borges; Luís Gustavo (Ronaldo), Daniel Felipe, Bruno Costa e Michel Benhami; Bruno Barra, Marcelo (Mauro Gabriel) e Vinícius Pacheco (Rafael Granja); Fabinho Alves, André Duarte (Pablo) e Dija Baiano. Técnico: Felipe Surian.

Gols: André Duarte e Daniel Felipe (VRE); Fabiano Lessa (2) (BAC)

Cartão amarelo: Daniel Felipe
FOTO: João Carlos Gomes (BAC)

Voltaço enfrenta o Bangu em Moça Bonita

Foto - Arthur Gomes

Buscando se recuperar do revés na estreia do Estadual, o Volta Redonda encara o Bangu neste domingo, dia 21, às 16h30, no Estádio Moça Bonita. Uma vitória poderá deixar o Esquadrão de Aço no G2 do grupo B e manter a equipe viva na briga por uma vaga na semifinal da Taça Guanabara. Por isso, o zagueiro Daniel Felipe quer um jogo com erro zero.

– Já erramos bastante na estreia contra o Flamengo e agora chega de errar. Sabemos que não é fácil jogar contra o Bangu lá dentro. Eles venceram bem na estreia, Moça Bonita é um campo grande e ainda vamos pegar um sol muito forte. Por isso, precisamos manter a posse de bola, jogar com muita vontade, brigando por cada bola, e usar a inteligência. Dessa maneira tenho certeza que podemos sair de campo com o resultado positivo – disse.

O técnico Felipe Surian não terá nenhum desfalque para o confronto deste domingo. O comandante tricolor terá ainda o reforço do jovem atacante Erik, de 19 anos, que está regularizado e foi relacionado para o jogo.

Flamengo e Bangu dividem a liderança da chave, com três pontos cada. Na terceira e quarta colocação estão Cabofriense e Nova Iguaçu, que empataram na estreia. O Voltaço e o Vasco, que perderam na primeira rodada, fecham a classificação do grupo.

 

Foto – Arthur Gomes

Voltaço perde para o Flamengo na estreia do Estadual

VRExFLA - Foto - Arthur Gomes

O Volta Redonda lutou até o último minuto, acertou a trave adversária duas vezes, mas acabou derrotado, por 2 a 0, para o Flamengo na estreia do Campeonato Carioca. Lucas Silva, no primeiro tempo, e Pepê, etapa complementar, marcaram os gols da partida.

Na próxima rodada, o Esquadrão de Aço enfrenta o Bangu. A partida será no domingo, dia 21, às 16h30, no Estádio Moça Bonita.

O jogo

Os primeiros 30 minutos foram de muita marcação e de poucas chances de gol. Com isso, a partida só ganhou em emoção nos dez minutos finais da primeira etapa. Aos 36 minutos, Lucas Silva puxou um contra-ataque para o Flamengo e bateu cruzado da entrada da área, abrindo o placar no Raulino de Oliveira.

A resposta tricolor veio aos 45 minutos. Anselmo recebeu na entrada da área e, com muita qualidade, deixou Dija Baiano na cara do gol. O atacante bateu na saída do goleiro adversário, que com o pé fez grande defesa e evitou o empate do Voltaço.

Na volta do intervalo, o Esquadrão de Aço voltou melhor e não demorou nem um minuto para assustar o adversário. Marcelo cobrou falta da entrada da área e acertou o travessão de Gabriel Batista, que ficou só olhando.

Entretanto, novamente em um contra-ataque, foi o Flamengo quem marcou. Pepê recebeu pela direita e acertou o ângulo de Douglas Borges, aumentando a vantagem dos visitantes aos seis minutos da segunda etapa.

Precisando reagir na partida, Surian colocou em campo Vinícius Pacheco e André Duarte. O time melhorou e quase chegou ao gol aos 25 minutos, quando Michel Benhami cruzou pela esquerda e, por muito pouco, André Duarte não alcançou a bola para cabecear para o gol.

O Voltaço seguiu pressionando, mas, por duas vezes, ficou no quase. Aos 35 minutos, Dija Baiano recebeu pela esquerda e bateu cruzado. A bola desviou na defesa adversária, bateu na trave e saiu pela linha de fundo. Já aos 45, André Duarte recebeu em profundidade, driblou o goleiro e bateu para o gol, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Fim de jogo no Raulino de Oliveira: Voltaço 0x2 Flamengo.

 

 

Campeonato Carioca 2018 – 1ª rodada da Taça Guanabara

Volta Redonda 0x2 Flamengo

(17/01/18 – Estádio Raulino de Oliveira – 21h45)

 

Volta Redonda: Douglas; Luís Gustavo, Daniel Felipe, Bruno Costa e Michel Benhami; Bruno Barra, Marcelo e Rafael Granja (Vinícius Pacheco); Fabinho Alves, Anselmo (André Duarte) e Dija Baiano. Técnico: Felipe Surian.

Gols: Lucas Silva e Pepê

Público presente: 5.440 (4.340 pagantes)

Renda: R$ 105 mil

 

Foto: Arthur Gomes

Estreia do Voltaço no Estadual de 2018 será contra o Flamengo, no Raulino de Oliveira

Paulo Dimas - Jornal Diário do Vale

A Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) realizou nesta quarta-feira, dia 4, o arbitral do Campeonato Carioca de 2018. Durante a reunião, além do regulamento, foram definidos os grupos e a tabela da competição. O Volta Redonda estará no grupo B, ao lado de Flamengo, Vasco da Gama, Nova Iguaçu, Bangu e o 1º colocado da seletiva. Já o grupo C será formado por Portuguesa-RJ, Madureira, Fluminense, Botafogo, Boavista e o 2º colocado da seletiva.

A estreia do Esquadrão de Aço no Estadual será contra o Flamengo, no Estádio Raulino de Oliveira. A partida está prevista para acontecer dia 17 ou 18 de janeiro. Na sequência da Taça Guanabara, o Tricolor enfrentará o Bangu (F), o Nova Iguaçu (F), o 1º colocado da seletiva (C) e o Vasco (F).

Já na Taça Rio, prevista para começar dia 17 ou 18 de fevereiro, o Voltaço fará a sua estreia contra a Portuguesa-RJ, no Raulino de Oliveira. Em seguida, a equipe enfrentará o Madureira (F), o Fluminense (F), o 2º colocado da seletiva (F), o Botafogo (C), e o Boavista (C).

O arbitral também definiu algumas mudanças no regulamento da competição. Diferente deste ano, os campeões da Taça Guanabara e da Taça Rio terão vantagem do empate nas semifinais do Campeonato Carioca. Caso a mesma equipe vença os dois turnos, ela estará automaticamente classificada para a final do Estadual.

Já em relação a fase de grupo, o regulamento continua o mesmo. Na Taça Guanabara, os times se enfrentam dentro da chave, se classificando para as semifinais os dois primeiros colocados de cada grupo. Já na Taça Rio, as equipes do grupo B enfrentam as do grupo C, e os dois melhores de cada chave se classificam para as semifinais. Nos dois turnos, as semifinais e finais serão em jogo único.

 

Paulo Dimas – Jornal Diário do Vale