Responsabilidade Social

Nossa preocupação não é só formar atletas, mas cidadãos.

Estes são os objetivos do Volta Redonda Futebol Clube e sua responsabilidade social.

O presidente e toda a diretoria têm a consciência que o esporte é uma ferramenta de transformação social e não medem esforços para fomentarem esta transformação.

Um bom exemplo foi a construção do Centro Ronald Jarbas, inaugurado em agosto de 2011. Destinado as categorias de base, o centro possui salas de musculação e fisioterapia, alojamentos para 25 atletas e salas de reunião e administração. A criação de um local destinado as categorias de base, auxilia no cuidado e desenvolvimento dos jovens atletas, principalmente para aqueles vindos de cidades distantes e que não teriam condições para se estabelecer em Volta Redonda.

Anteriormente, em janeiro de 2011, a diretoria tinha presenteado jogadores da categoria júnior com 30 bicicletas personalizadas com as cores do clube, com o objetivo de auxiliar os atletas no deslocamento para os treinos. Assim contribuía com o condicionamento físico dos mesmos e ajudava a preservar o meio ambiente.

Outra importante ação, voltada para crianças e adolescentes de toda a região, foi a aprovação da Lei de Incentivo ao esporte para um projeto de categoria de base. A Lei nº 11.438 de 29 de dezembro de 2006, permite a captação de recurso para fomentar as atividades de caráter desportivo. O valor a ser captado é de R$ 1.376.252,10, que será revestido para formação esportiva de 400 crianças e jovens (de 9 a 20 anos), em seis categorias de futebol masculino (Pré-escola, Pré-mirim, Mirim, Infantil, Juvenil e Juniores) e duas categorias de futebol feminino (Infantil e Juvenil).

End Polio Now

Em 2011, o Voltaço aderiu à campanha “End Polio Now” do Rotary Club International, para o combate da poliomielite (doença causadora da paralisia infantil) no mundo.

A iniciativa foi a primeira realizada por um clube de futebol no mundo e consistiu na divulgação da campanha utilizando a sua logomarca na parte frontal inferior dos uniformes do Tricolor do Aço usados nos jogos da Copa Rio. Em 2012, diretores do Volta Redonda e do Rotary Club de Volta Redonda pretendem realizar um amistoso entre o Voltaço e um clube argentino (também apoiador da campanha) para divulgar e conscientizar ainda mais sobre a importância da erradicação da poliomielite.