Luan pede liberação e diretoria rescinde o contrato do zagueiro

Luan - Pedro Borges1

A pedido do zagueiro Luan, de 29 anos, a diretoria do Volta Redonda rescindiu o contrato com o atleta, que iria até 2019. A rescisão foi assinada na sexta-feira, dia 27.

Cria da base do Voltaço, Luan retornou ao clube no começo deste ano, após uma passagem pelo Zimbru, da Moldávia. Com a camisa Esquadrão de Aço, o zagueiro conquistou a Taça Rio de 2016. Neste ano, o zagueiro atuou em 31 jogos, marcando dois gols.

Segundo o vice de futebol Flávio Horta Júnior, o jogador afirmou ter recebido propostas de outros clubes e condicionou a sua permanência a um aumento salarial, o que não foi possível, já que foge da atual realidade financeira do Tricolor.

– A saída ou não renovação de alguns jogadores quase sempre vai passar pela limitação financeira do clube. Enquanto não conseguirmos chegar à Série B, não poderemos competir com clubes que têm receitas maiores ou com aqueles que recebem quase a mesma cota que a gente, mas gastam tudo em quatro meses, durante o Estadual. Não estamos podendo aumentar o salário de ninguém. Ano passado, com o título e o acesso para a Série C, aumentamos praticamente todos os salários. Dessa vez o acesso não veio e vai ficar ou chegar quem acreditar no nosso projeto, como, por exemplo, os jogadores que já conseguimos acertar a renovação – destacou o diretor, que ainda aproveitou para agradecer o Luan pelo tempo que defendeu o clube e desejar sorte ao prata da casa.

– É uma grande perda para o clube. Infelizmente, como já disse, sem o acesso não vamos conseguir atender aos anseios de todos os atletas. Porém, independentemente de qual clube ele estará, sempre estaremos torcendo por ele, que é um jogador revelado aqui e, por isso, ficamos felizes também quando conseguimos que esses atletas melhorem suas vidas – completou.

Pedro Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *