Diretoria do Voltaço reconhece temporada ruim e afirma que será preciso aprender com os erros

Flávio Horta Júnior

A campanha do Volta Redonda na Série C deste ano não foi da maneira que a diretoria, jogadores, comissão técnica e torcedores esperavam. No final, a permanência na Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro acabou sendo um alívio para todos. Situação que o vice-presidente de futebol Flávio Horta Júnior reconhece e faz questão de afirmar que será preciso aprender com os erros para não repeti-los.

-Temos a consciência que tivemos uma temporada bem abaixo de nossas expectativas, mas, antes de esquecer o ano, vamos aprender com os erros e trabalhar ainda mais para que não se repitam. Permanecer na série C acabou sendo um alívio, porém o Volta Redonda deve brigar pelo acesso, como fez no ano passado, e vamos buscar retomar esse caminho – destacou.

Já sobre os jogadores que irão continuar para a disputa da Copa Rio, Horta Júnior lembra que os contratos de nove atletas se encerram com o final da Série C e, por isso, eles não permanecerão no clube. São eles: o goleiro Diego Marcelo; os zagueiros João Guilherme, Lucas Cunha e Bruno Costa; o lateral-esquerdo Diego Maia; e os atacantes Rafael Granja, Romarinho, Anselmo e Jhulliam.

Além deles, o diretor informa que o atacante Dija Baiano, que tinha contrato até outubro deste ano, recebeu uma proposta da Arábia Saudita e pediu para antecipar o final do seu contrato.

– Alguns atletas tinham contrato até o final da série C e estamos cuidando das rescisões. Já o contrato do Dija se encerrava em outubro deste ano. O Atleta recebeu uma proposta de um clube do exterior há cerca de dois meses, mas se comprometeu a nos ajudar até o fim do campeonato com o compromisso de ser liberado logo após. Foi muito digno e correto conosco, um lutador como sempre e desejamos toda sorte do mundo a ele – ressaltou.

 

Meia Marcelo será emprestado ao CRB-AL até o final do ano

 O vice de futebol Flávio Horta Júnior informou também que o meia Marcelo recebeu uma proposta por empréstimo, até o fim do ano, do CRB-AL e pediu para ser emprestado.

– O Marcelo tem contrato com o clube até 2020, mas recebeu uma proposta muito vantajosa até o fim do ano, nesse caso por empréstimo, e veio pessoalmente pedir para ser emprestado, pela oportunidade de jogar a Série B. É uma situação difícil de contornar, principalmente por ser uma opção dele querer ir. Por tudo que ele representa para o clube, entendemos que ele merece a oportunidade, mas ele retornará para disputar o Estadual do ano que vem – afirmou.

Pedro Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *