Voltaço inicia venda de ingressos para a partida contra o Botafogo

IMG-20180126-WA0005

O Volta Redonda iniciou nesta sexta-feira, dia 9, a venda de ingressos para a partida contra o Botafogo, marcada para domingo, dia 11, às 17h, no Estádio Raulino de Oliveira. As entradas estão sendo vendidas a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), para a arquibancada, e R$ 60 (inteira) e R$ 30(meia), para as cadeiras sociais.

Os ingressos estão disponíveis nos seguintes postos de vendas:

– Supermercado Empório Brasil

Av. Sávio Cota de Almeida Gama, 1935 – Bairro Retiro, Volta Redonda

– Rede de Loterias do Meia Meia de Volta Redonda

Unidade 1 – Av Lucas Evangelista nº 160 – Bairro Aterrado

Unidade 2 – Av Antônio de Almeida, 1052 – Bairro Retiro

Unidade 3 – Avenida Quatro, nº 189 – Bairro Vila Rica

 

– Bilheterias do Estádio Raulino de Oliveira

Apenas no dia da partida, a partir das 14h.

As entradas dos torcedores do Voltaço serão pelos setores Azul e Amarelo. Já os visitantes entrarão pelos setores Laranja e Verde

 

Estadual sub-20: Voltaço empata com o Madureira na estreia da Taça Rio

Foto - Luís Miguel Ferreira

O Volta Redonda estreou na Taça Rio sub-20 com um empate sem gols diante do Madureira, em partida disputada na tarde desta quinta-feira, dia 8, em Conselheiro Galvão. O Esquadrão de Aço entrou em campo com jogadores mais novos, seguindo o planejamento de dar mais rodagem aos atletas com idade para disputar a Copinha e o Campeonato Carioca do ano que vem.

Na próxima rodada, os comandados de Neto Colucci enfrentam o Botafogo. O confronto será no domingo, dia 11, às 10h, no CEFAT.

 

Foto: Luis Miguel Ferreira

Voltaço empata com o Macaé no Moacyrzão

20180307_162408

O Volta Redonda saiu atrás, buscou o empate diante do Macaé e, por muito pouco, não conseguiu a virada nos minutos finais. Entretanto, o confronto, disputado no Estádio Moacyrzão, ficou mesmo no 1 a 1. Marcelo marcou o gol tricolor e Edinho anotou para os donos da casa. Ambos foram marcados no segundo tempo.

Com o resultado o Esquadrão de Aço saltou para a quarta colocação no grupo B, com dois pontos ganhos. Na próxima rodada, o Voltaço recebe o Botafogo. A partida será no domingo, dia 11, às 17h, no Estádio Raulino de Oliveira.

O jogo

Em um primeiro tempo truncado e de poucas chances de gol, as duas equipes só conseguiram chegar com perigo nos acréscimos. O primeiro lance de perigo foi do Macaé, mas Douglas Borges apareceu para fazer grande defesa em chute cruzado e evitar o gol dos donos da casa. No lance seguinte, Vinícius Pacheco recebeu na entrada da área e deixou Mauro Gabriel na boa para marcar, mas o jogador tricolor bateu por cima do gol.

Diferente da primeira etapa, o segundo tempo começou mais movimentado e antes da parada técnica o placar foi aberto. Aos 13 minutos, Edinho, após bate e rebate na área, mandou para o gol e colocou os donos da casa na frente.  O empate não demorou a sair. Aos 19 minutos, Luís Gustavo deu um passe magistral para Marcelo. O capitão tricolor invadiu a área, driblou o marcado e, de canhota, bateu para o gol. Golaço!

Após a parada técnica, os dois times se lançaram em busca do gol da vitória e o jogo ficou aberto. Aos 28 minutos, Marcelo soltou uma bomba da intermediária e obrigou Luís Cetim a fazer grande defesa. A resposta do Macaé veio três minutos depois. Após bola levantada na área, Charles apareceu no segundo pau e mandou por cima do gol, assustando Douglas Borges.

Nos acréscimos, o Voltaço emplacou uma blitz para cima do adversário e, por duas vezes, quase marcou o gol da vitória. Na primeira, aos 47 minutos, Núbio Flávio recebeu na área, driblou o marcado e bateu para gol. A bola saiu tirando tinta do travessão. Já aos 49 minutos, Dija Baiano aproveitou furada do zagueiro adversário, invadiu a área e bateu para o gol, mas Luís Cetim se esticou todo e espalmou par aa linha de fundo. Fim de jogo no Moacyrzão: Macaé 1×1 Volta Redonda.

 

Campeonato Carioca 2018 – 4ª rodada da Taça Rio

Macaé 1×1 Volta Redonda

( 07/03/18 – Estádio Moacyrzão – 16h)

 

Volta Redonda: Douglas Borges; Luís Gustavo, Daniel Felipe (Gilberto), Bruno Costa e Luiz Paulo; Pablo, Marcelo, Mauro Gabriel (João Cleriston), Vinícius Pacheco (Fernandinho) e Núbio Flávio; Dija Baiano. Técnico: Marcelo Salles

 

Gols: Marcelo (VRE); Edinho (MAC)

Voltaço enfrenta o Macaé no Moacyrzão

DSC_0238

Fechando a sequência de jogos fora de casa pela Taça Rio, o Volta Redonda enfrenta o Macaé nesta quarta-feira, dia 7, às 16h, no Estádio Moacyrzão. Partida que ganha contornos de confronto direto na briga para fugir da zona da seletiva. Isso porque, na classificação geral, o Voltaço ocupa a 11° colocação, com os mesmos cinco pontos do Macaé, que leva a melhor no saldo de gols e é o primeiro time fora do Z2.

Por isso, o capitão Marcelo, autor do gol tricolor diante do Fluminense, destaca que, apesar de estar jogando fora de casa, o Esquadrão de Aço precisa buscar a vitória os 90 minutos.

– O time vem em uma crescente muito grande, fez boas partidas contra o Madureira e o Fluminense, e, ao meu ver, merecia uma sorte melhor, mas, infelizmente, a vitória não veio. Teremos uma decisão pela frente, contra um adversário direto e precisamos vencer para podermos sair dessa situação delicada na tabela. Vai ser um jogo complicado, mas confio na qualidade do nosso time e vamos lutar até o último minuto para sair de campo com os três pontos – destacou.

Quem poderá fazer a sua estreia pelo Tricolor é o volante João Cleriston, que foi relacionado por Marcelo Salles para a partida.

 

Foto: Arthur Gomes

Estadual sub-20: Voltaço manterá planejamento e jogará Taça Rio com atletas mais novos

Sub-20 Voltaço - Arthur Gomes

“Time que tá ganhando não se mexe! ” Um famoso ditado popular e que a diretoria do Volta Redonda e a comissão técnica da equipe sub-20 está adotando para justificar o planejamento para a disputa da Taça Rio da categoria, que começará nesta quinta-feira, dia 8. Isso porque no ano passado, durante o segundo turno do Estadual, o Tricolorzinho de Aço jogou com atletas mais novos, com idade para disputar a Copinha e o Campeonato Carioca do ano seguinte. Decisão que deu mais rodagem a esses jogadores e culminou na inédita classificação do Esquadrão de Aço para a segunda fase da Copa São Paulo.

No entendimento do treinador Neto Colucci, é fundamental que os atletas cheguem na principal competição nacional com a experiência de um Campeonato Carioca disputado.

– Tomamos essa decisão no ano passado e deu muito certo. No primeiro momento ela causou um impacto até nos resultados, porque fizemos uma ótima Taça Guanabara e não conseguimos desempenhar o mesmo papel na Taça Rio, muito em função de jogarmos contra times que em sua maioria estavam repletos de atletas que estavam no último ano da categoria. Porém, o desempenho na Copa São Paulo e na Taça Guanabara deste ano mostraram que a decisão foi acertada. Jogamos de igual para igual contra todos os adversários, pois nossos atletas já tinham a experiência de terem jogado campeonatos importantes no ano anterior – destacou.

Segundo o gerente de Futebol Leonardo Dinelli, o Zada, a fórmula se mostrou adequada e oportuna, motivo pelo qual o clube decidiu repetir este ano.

– A gente está botando em prática uma filosofia de que a base precisa formar atletas. Claro que resultados são importantes, mas não pode sobrepor ao papel da formação. Fizemos uma boa Copinha, uma excelente Taça Guanabara, quando brigamos pela classificação até a última rodada, e creditamos isso muito a decisão que tomamos ano passado de colocar os atletas mais novos já na Taça Rio, ambientando o quanto antes esses garotos com as competições de nível – destacou.

Zada ainda explicou que esse processo de formação não se desenvolve de uma hora para a outra e citou como exemplo o último jogo da equipe profissional pelo Campeonato Carioca.

–  O trabalho de formação é um trabalho mais silencioso e de médio prazo. Não se formam atletas de uma hora para outra, mas hoje estamos apenas começando a colher os frutos do investimento. Se formos pegar como exemplo o último jogo contra o Fluminense, tivemos três atletas oriundos da base no time titular e mais alguns na reserva. É muito difícil achar um time que utilize três atletas da base em seu time principal e estamos confiantes em aproveitar cada vez mais atletas, muito em função dos últimos resultados que estamos alcançando na base – afirmou o gerente, que ainda ressaltou que os atletas que estão no último ano da categoria serão incorporados ao elenco profissional e treinarão com o time principal.

A estreia do Voltaço na Taça Rio sub-20 será contra o Madureira. A partida está marcada para quinta-feira, às 15h30, em Conselheiro Galvão.

Voltaço perde para o Fluminense em Los Larios

20180304_181450

O Volta Redonda lutou até o final, pressionou o adversário em busca do empate, mas não conseguiu evitar a derrota por 2 a 1 para o Fluminense. Marcelo marcou o gol do Esquadrão de Aço e Pedro e Robinho anotaram para os donos da casa. Todos os gols da partida foram marcados de pênalti.

Na próxima rodada, o Voltaço enfrenta o Macaé. A partida está marcada para quarta-feira, dia 7, às 16h, no Estádio Moacyrzão.

 

O jogo

Com menos de dois minutos de jogo, o Volta Redonda mostrou que o Fluminense não teria vida fácil. Dija Baiano aproveitou vacilo da defesa adversária e bateu forte para o gol, mas bola saiu rente a trave, batendo na rede pelo lado de fora.
Entretanto, apesar do bom início do Esquadrão de Aço, foram os donos da casa que abriram ao placar aos quatro minutos com Pedro, de pênalti. No lance seguinte ao gol, o Fluminense quase ampliou o marcado, mas Bruno Costa apareceu para travar o chute de Sornoza na marca do pênalti.

Passados os 15 minutos iniciais, o Voltaço retomou o controle da partida e, com maior posse de bola, passou a criar as melhores chances de gol. A primeira veio com Dija Baiano, que, por muito pouco, não conseguiu desviar para o gol um cruzamento de Luiz Paulo. Mas a melhor chance tricolor veio aos 43 minutos da primeira etapa. Núbio Flávio cruzou na medida para Marcelo, que cabeceou para o gol e a bola saiu tirando tinta da trave de Júlio César, que ficou só olhando.

Na volta do intervalo, a partida ganhou em emoção a partir dos 20 minutos. Ayrton Lucas recebeu em velocidade e bateu forte para grande defesa de Douglas Borges. Aos 22, Dija Baiano recebeu na área e na hora da finalização foi derrubado pelo defensor adversário, mas o árbitro da partida não marcou nada. No minuto seguinte, em um lance parecido, Ayrton Lucas caiu na área e o árbitro marcou pênalti para o Fluminense. Robinho foi para a cobrança e aumentou a vantagem dos donos da casa.

Aos 25 minutos, Dija Baiano recebeu na área e novamente foi derrubado, mas dessa vez o árbitro assinalou pênalti para o Voltaço. Marcelo bateu forte para o fundo das redes, recolocando o Volta Redonda na partida.

Após o gol, o Esquadrão de Aço começou uma blitz em busca do empate, mas acabou parando na trave. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Bruno Costa, que bateu para o gol e Renato Chaves, em cima da linha, desviou de cabeça e evitou o gol tricolor. Fim de jogo em Los Larios: Fluminense 2×1 Volta Redonda.

 

Campeonato Carioca 2018 – 3ª rodada da Taça Rio
Fluminense 2×1 Volta Redonda
(04/03/18 – Estádio de Los Larios – 17h)

 

Volta Redonda: Douglas Borges; Luís Gustavo, Gilberto, Bruno Costa e Luiz Paulo; Bruno Barra (Mauro Gabriel), Marcelo, Pablo, Vinícius Pacheco (Fernandinho) e Núbio Flávio (Anselmo); Dija Baiano. Técnico: Marcelo Salles.

Cartão Amarelo: Bruno Barra, Luís Gustavo e Vinícius Pacheco.

Público: 820 presentes (632 pagantes)

Renda: R$: 14.020

Foto: Marcos Faria

Voltaço enfrenta o Fluminense de olho no G2 do grupo B

Foto - Arthur Gomes

O Volta Redonda enfrenta o Fluminense neste domingo, dia 04, às 17h, no Estádio de Los Larios, em Xerém-RJ, em partida válida pela 3ª rodada da Taça Rio. Uma vitória sobre o tricolor carioca poderá recolocar o Esquadrão de Aço na zona de classificação para a semifinal do segundo turno do Estadual, uma vez que a diferença para o G2 é de apenas dois pontos.

Sabendo da dificuldade que é enfrentar uma equipe de maior investimento, o treinador Marcelo Salles destaca que, para sair de campo com um resultado positivo, será preciso fazer uma partida com um alto grau de obediência tática e, principalmente, sem erros.

-Espero que a equipe não só consiga repetir o comprometimento que teve diante do Madureira, mas que eleve o grau de atenção e foco durante a partida. Sabemos que vamos enfrentar um time que tem uma qualidade técnica maior e não podemos errar. Vamos precisar de muita atenção e esse compromisso de cada um cumprir a sua função tática dentro de campo – destacou.

O grupo B é liderado pelo Flamengo, que tem três pontos ganhos, mesma pontuação do Vasco, que leva a pior no número de gols marcados. O Voltaço vem na terceira colocação com um ponto ganho, mesma pontuação do Bangu, que perde no saldo gols. Cabofriense e Bangu ainda não pontuaram e fecham a classificação da chave.

 

Foto: Arthur Gomes

Voltaço acerta o retorno de João Cleriston

20180228_160821

Um dos destaques da equipe que conquistou de forma invicta a Série D do Campeonato Brasileiro de 2016 e titular absoluto no time que chegou às quartas de final da Série C de 2017, o volante João Cleriston, que estava na Ferroviária-SP, está de volta ao Volta Redonda. O jogador, que chega por empréstimo até o final deste ano, se apresentou ao Esquadrão de Aço nesta quarta-feira, dia 28, passou por exames médicos e foi incorporado ao elenco. A expectativa da diretoria é que ele já tenha condições de jogo contra o Fluminense, neste domingo, dia 4, em partida válida pela terceira rodada da Taça Rio.

Revelado pelo Fluminense, João Cleriston chegou ao Voltaço em maio de 2016, vindo do Bonsucesso. O volante permaneceu no clube até o final da Série C de 2017, se transferindo para a Ferroviária-SP no começo deste ano. Ao todo, João Cleriston atuou em 38 partidas pelo Tricolor, marcando três gols.

– Estou muito feliz de estar retornando a esse clube que vivi os melhores momentos na minha carreira e que aprendi a amar. Chego para ajudar, para somar e tenho certeza que, junto com meus companheiros, vamos retomar o caminho das vitórias. Espero retribuir todo o esforço feito pela diretoria, principalmente pelo Zada, que foi o cara que foi me buscar lá no Bonsucesso na minha primeira passagem e também foi incansável por esse meu retorno – destacou.

Sobre o final feliz na negociação com João Cleriston, o gerente de futebol Leonardo Dinelli, o Zada, afirma que o retorno do volante sempre esteve em pauta.

– O João é um jogador identificado com o clube e vitorioso aqui. Apesar de discordarmos de algumas decisões no passado, nunca deixamos de conversar com ele, mostrar que o Volta Redonda é o time que ele se destacou e para ele repensar algumas situações da carreira dele que é muito promissora. Ficamos muito felizes que ele finalmente entendeu e veio somar ao nosso grupo – ressaltou.

O Esquadrão de Aço volta a campo neste domingo, dia 4, para enfrentar o Fluminense. A partida está marcada para as 17h, no Estádio de Los Larios.

Voltaço empata com o Madureira e entra no G2 do grupo B

DSC_0023

O Volta Redonda foi melhor, encurralou o Madureira no campo de defesa, mas acabou parando, por duas vezes, na trave. No fim, o empate sem gols em Conselheiro Galvão levou o Voltaço a vice-liderança do grupo B.

Na próxima rodada, o Esquadrão de Aço enfrenta o Fluminense. A partida está marcada para domingo, dia 4, às 17h. A Ferj ainda não definiu o local do confronto.

O jogo

Em um primeiro tempo de amplo domínio do Esquadrão de Aço, o Voltaço só não foi para o vestiário com a vantagem porque o gol tricolor teimou em não sair. Aos 15 minutos, Vinícius Pacheco lançou Marcelo que, da entrada da área, bateu para o gol. Jonathan se esticou todo e conseguiu desviar a bola, que bateu no travessão. No rebote, Vinícius Pacheco bateu para o gol e o zagueiro adversário tirou em cima da linha. A bola sobrou novamente para o Tricolor e Núbio Flávio emendou para o gol, mas Jonathan se recuperou no lance e fez outra grande defesa.

Por sua vez, o Madureira não conseguiu escapar da pressão tricolor e não conseguiu assustar Douglas Borges, que só apareceu para cortar cruzamentos. Na melhor chance dos donos da casa, Yago recebeu na área, mas foi travado por Bruno Costa na hora da finalização.

Já o Voltaço criou mais uma grande chance de gol, mas acabou parando na trave novamente. Dija Baiano bateu escanteio pela esquerda e quase marcou olímpico, mas a bola bateu na trave. No rebote, Bruno Costa tentou desviar para o gol, mas a zaga apareceu e afastou o perigo.

Assim como no primeiro tempo, o Voltaço iniciou melhor e quase abriu o placar aos dois minutos. Vinícius Pacheco cruzou na medida para Marcelo, que desviou para o gol, mas Jonathan, com o pé, fez grande defesa, salvando os donos da casa. Aos 22 minutos, Vinícius Pacheco lançou Dija Baiano, que ia sair sozinho na cara do goleiro, mas a bandeirinha, erradamente, marcou impedimento e anulou o lance.

Restando dez minutos para o final do jogo, o Madureira se lançou ao ataque em busca da vitória, mas parou em Douglas Borges, que fez um milagre após cabeçada da pequena área. Fim de jogo em Conselheiro Galvão: Madureira 0x0 Volta Redonda.

 

Campeonato Carioca 2018 – 2ª rodada da Taça Rio
Madureira 0x0 Volta Redonda
(26/02/18 – Estádio Conselheiro Galvão – 15h45

Volta Redonda: Douglas Borges; Luís Gustavo, Daniel Felipe (Gilberto), Bruno Costa e Luiz Paulo; Bruno Barra, Pablo (Anselmo), Marcelo, Vinícius Pacheco (Jorge Luiz) e Núbio Flávio; Dija Baiano. Técnico: Marcelo Salles

Cartão amarelo: Daniel Felipe, Bruno Barra e Luís Gustavo

 

Foto: Arthur Gomes

Voltaço enfrenta o Madureira em Conselheiro Galvão

20180225_152439

O Volta Redonda enfrenta o Madureira nesta segunda-feira, dia 26, às 15h45, em Conselheiro Galvão, pela segunda rodada da Taça Rio. A partida marcará a estreia de Marcelo Salles à frente do Esquadrão de Aço.

O novo treinador tricolor, que foi apresentado na quarta-feira, dia 21, e comandou toda a preparação para a partida, destaca que aproveitou a semana cheia para conhecer melhor o elenco e para começar a implementar o seu estilo de jogo.

– Trabalhei alguns conceitos com o grupo. Procurei dar características de trabalho, funções para cada jogador no esquema e busquei maneiras de fazer o time render o algo a mais. Será um duelo muito difícil diante do Madureira, mas creio que temos totais condições de saímos de lá com esse resultado positivo, que é primordial para as nossas pretensões na competição. O nosso time tem qualidade para isso e, independentemente de onde jogarmos, temos que entrar em campo para buscar a vitória – destacou.

Quem também deve fazer a sua estreia pelo Voltaço é o atacante Núbio Flávio, que está relacionado para o confronto diante do Madureira.

Sub-20 perde para o Flamengo
O Tricolorzinho de Aço perdeu, por 1 a 0, para o Flamengo, em partida disputada no sábado (24), na Gávea, e não conseguiu se classificar para a semifinal da Taça Guanabara sub-20. Agora, os comandados de Neto Colucci se preparam para a Taça Rio, o segundo turno do Estadual. A estreia do Voltaço está prevista para o dia 7 ou 8 de março contra o Madureira, em Conselheiro Galvão.